Rua João Antônio da Costa, 44

Lumiar,  Nova Friburgo - RJ

Lumiar Audiovisual - Professores 

Guilherme Whitaker (GuiWhi)

Sócio da Casa Guida, Curador/Produtor de eventos audiovisuais, diretor de 9 curtas, produtor de +50, Cineclubista desde 1999. Idealizador, curador e produtor, desde 2002, da MFL, Mostra do Filme Livre, maior mostra de cinema do Brasil. Realizada anualmente no Centro Cultural Banco do Brasil; Também produziu a mostra Cinema em Carne Viva – David Cronenberg, www.carneviva.com , no RJ, SP e BH; a mostra A imagem e o incômodo – o Cinema de Michael Haneke, www.mostrahaneke.com, no RJ e PE; a produção da mostra Cinema de garagem, www.cinemadegaragem.com, no RJ e CE; a produção da exposição “A Pintura em Pânico – Fotomontagens de Jorge de Lima”, www.apinturaempanico.com. Mais em www.guiwhi.com

 

Christian Caselli (KZL)

Destaque no audiovisual alternativo carioca por sua produção acelerada: fez direção, roteiro e edição de cerca de 40 curtas e clips de baixo orçamento. Ganhou retrospectivas de sua obra em alguns festivais nacionais (RJ, SP, MG, PR, MA, GO, ES) e internacionais (Portugal e Peru), sendo seu filme mais conhecido é o viral O PARADOXO DA ESPERA DO ÔNIBUS. Trabalha atualmente na Mostra do Filme Livre (RJ/SP/DF/MG) e no projeto Maranhão na Tela (São Luís, MA), onde costuma ser professor de vídeo, artista videográfico (making ofs, vinhetas etc) e curador de curtas e longas metragens. Em 2013 foi instrutor de direção no projeto São Luís nos 4 Cantos; assim como ministrou oficinas em vários estados do Brasil (RJ, SP, MG, DF, MA, GO, BA, ES). Na TV, trabalhou nas séries "TRASH!" e nos programas "A TV que o Brasil está pensando" e "TV & Grandes Autores"

Sandra Pereira

Jornalista, Mestre em Mídia e Cotidiano (UFF), com ênfase em documentário e Roteirista. Assina o roteiro do longa documentário “Diga meu nome” (Goiabeira Filmes), projeto selecionado para o Festival Internacional de Cine em Guadalajara-México, vencedor do Edital do CineBrasil TV, aprovado no Prodav 02 do FSA (Ancine). Ministra cursos como: “Roteiro de TV” (TV Brasil), “Cinema Documentário” e “Produção Cinematográfica,” no SESC Rio, e “Roteiro para Websérie” na Escola Darcy Ribeiro. Curadora do Laboratório de Argumentos do ROTA – Festival de audiovisual (2018/2019) e finalista do laboratório de roteiristas da Darcy Ribeiro (2018). Criadora da Websérie independente “Fora de Expediente

 

Bárbara Bergamaschi

Professora, crítica de cinema e pesquisadora. É atualmente professora substituta do Departamento de Artes da Cena da UFSJ. É também doutoranda pelo PPGCOM/UFRJ e PPGLCC/PUC-Rio. É mestre em Artes da Cena pelo PPGCA/UFRJ e graduada em Comunicação Social pela Escola de Comunicação Social da UFRJ, com habilitação em Rádio e TV. Estudou Cinema na Universidade de Paris VIII durante intercâmbio acadêmico. Tem formação em Curadoria pelo programa de Imersões da Escola Sem Sítio. Com passagens pelo mercado audiovisual trabalhou em produções da Samba Filmes, Conspiração Filmes, Polofilme e Canal Futura. Os filmes em que fez parte da equipe de fotografia e direção foram selecionados para diversos festivais tais como: Janela Internacional de Cinema de Recife, Mostra de Cinema de Tiradentes, Curta Cinema, FBCU, Bienal Internacional de Cinema Sonoro, Mostra de São Paulo, Cine Esquema Novo, Semana dos Realizadores e Dobra Festival Internacional de Cinema Experimental. Atuou como Júri nos festivais: 13a Mostra de Tiradentes (2010) e 10a Janela Internacional de Cinema de Recife (2017). Colabora regularmente como crítica de cinema para a Revista Beira.

Duda Kuhnert

Jornalista formada pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Realizou programa de intercâmbio acadêmico na Berlin University of Arts (UdK) em 2013, onde se aprofundou na teoria estética e se aproximou dos estudos a respeito da apropriação de documentos de arquivos na arte contemporânea. É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Artes na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde desenvolveu pesquisa sobre a filmografia da realizadora Susana de Sousa Dias, que se interessa pela iconografia produzida pelo regime ditatorial português. Foi uma das fundadoras da Revista Beira e atua como editora e produtora de conteúdo da publicação desde 2015. Foi pesquisadora e co-autora do livro Explosão Feminista, escrito por Heloisa Buarque de Hollanda, lançado pela Companhia das Letras em 2018. Atualmente é assessora de comunicação do Instituto Proprietas.

 

                          .